Wij gebruiken cookies om u de beste surfervaring mogelijk op onze website. close

Os esconderijos

Durante a fase de preparação do jogo, preveja um esconderijo para cada enigma. Registe os esconderijos na sua folha de organização e decida como é que os irá anunciar às crianças, jogando com as seguintes possibilidades :

- Utilize uma frase simples do género "o vosso próximo enigma aguarda-vos junto ao baloiço" (perfeito para os mais pequenos)

- Dê uma vista de olhos às nossas adivinhas que estão prontas e são descritas ao pormenor no artigo abaixo (para crianças com mais de 7 anos)

- Fotografe o local onde se esconde o enigma. Em seguida, mostre a fotografia às crianças num Tablet, computador, televisão, Smartphone ou em papel.

Pode mostrar uma das nossas imagens de esconderijos clicando aqui

- Pode lançar as crianças em busca de um enigma em pequenos grupos (1, 2 ou 3). Desta forma, todas as crianças podem participar evitando-se que sejam sempre as mesmas a descobrir os enigmas.

Ideias de esconderijos

Mangueira: Sei rastejar como uma serpente e cuspir água

Almofada:Acessório mole que serve de arma em batalhas

Caixa de correio:O correio passa pela minha barriga

Gaveta:Arrumação deslizante

Escorrega:Também me chamam de rampa

Cabide: Móvel ou de parede, todos se penduram em mim

Árvore:Os meus inúmeros braços acolhem pássaros e esquilos

Cadeira:Tenho quatro patas para que possam descansar

Baloiço:Comigo, as crianças estão mais perto das nuvens

Mesa:Tenho quatro pés mas não sou um animal

Guarda-sol:Sob a minha proteção, o sol fica mais fraco

Debaixo do tapete:  Andamos por cima dele mas é melhor procurar por baixo

Jarra de flores:De todas as formas, acolho plantas e flores

Aquário:Os meus habitantes falam a língua das bolhas

Debaixo de uma pedra:Levanta esta pedra para me descobrires

Debaixo de uma cama:Bem escondido, ouço quem ressona

Buraco na parede:Este buraquinho na parede é o meu esconderijo

Livro:As minhas folhas nunca mudam de cor

Janela:Deixo a luz entrar em casa

Vassoura:Sou muito peluda e há quem me faça voar pelo céu

Portão:Aberto, fechado, deixo as pessoas passarem

Piano:Pretas e brancas, cantam melodias

Porta:Muda, abro-me e fecho-me como uma boca

Carrinho de mão:Ajuda o jardineiro e tem uma roda

Torneira:Se não me impedirem inundo toda a terra

Tapete de entrada:Sapatos, limpem-se em mim à vontade!

Horta:Crescem em minha casa, antes de serem apanhados e comidos

Aquecedor:Sou frio quando está calor, e quente quando está frio

Roda de carro : Somos quatro, de cor preta, e por mais que rolemos nunca nos aproximamos umas das outras  

Televisão:A cor foi uma das minhas grandes inovações

Cabana:É uma casa para crianças

Sapatos:Andam sempre aos pares

Sebe/ Rede:Posso separar vizinhos ou a estrada

Telefone:Na outra ponta do fio

Caixa enterrada:Enterraram-me! Escavem para me encontrar

Sob o teclado:Objeto moderno com teclas

Pendurado em...:Levantem os olhos para me encontrarem

Escondido debaixo de...:Encontrem-me, estou tapado

Deixe um adulto presente tratar do enigma. Explique às crianças que uma pessoa que se encontra presente lhes irá entrar o seu enigma em troca de uma palavra-passe inventada por si.

Esconda o enigma num balão e encha-o. De seguida, misture-o com outros balões e as crianças terão de rebentá-los um a um para descobrir o enigma.